quarta-feira, 7 de março de 2012

Mulheres cometem menos infrações no trânsito e se envolvem em menos acidentes


Mulheres cometem menos infrações no trânsito. Na foto de arquivo do Diario de Pernambuco a motorista de ônibus, Marilene Palmeira. Imagem: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press/Arquivo
Imagem: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press/Arquivo
Mulheres cometem menos infrações no trânsito. Na foto de arquivo do Diario de Pernambuco a motorista de ônibus, Marilene Palmeira. Imagem: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press/Arquivo


Cada vez mais presentes e atuantes no mercado de trabalho, na política, as mulheres muitas vezes ainda são vítimas de preconceito, principalmente quando estão ao volante. Mas será que o sexo faz alguma diferença na hora de dirigir? O Departamento de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) divulgou o resultado de uma pesquisa que pode ajudar a responder essa pergunta.
De acordo com o estudo, as mulheres representam apenas ¼ dos 1,8 milhão condutores registrados no estado, num número absoluto de 379.821 mulheres motoristas. Na categoria ‘C’, destinada a motoristas de transporte de carga (caminhão), apenas 470 mulheres estão habilitadas. Na categoria ‘D’, para quem conduz ônibus, elas representam apenas 2,03% do total de condutores. Apesar de ainda pequena, a participação feminina no trânsito aumentou em 112% nos últimos 10 anos, enquanto o número de condutores homens aumentou 68%.
O fato é que, proporcionalmente, elas cometem menos infrações que eles. Em 2011, as mulheres foram um pouco mais atentas às regras de circulação, sendo responsáveis por 22,86% do total de infrações. Elas são menos penalizadas com suspensão do direito de dirigir, representando 11,07% do total de 3.999 motoristas penalizados.
Entre as infrações, elas falam mais ao celular e revelam desatenção ao estacionar em locais proibidos e até em calçadas. Já os homens abusam mais da velocidade. As mulheres estão menos envolvidas em acidentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário